Enredo

by escrever como?

O enredo não pressupõe um tema, pois é uma narrativa que se desenvolve ao capricho do autor. Sua exigência é a coerência (o morto de dez páginas atrás não pode deve reaparecer vivo como se nada tivesse passado), apesar de se poder “brincar” com as expectativas do leitor e com as regras da lógica (com risco de cair no disparate).

Porém, existe uma coerência interna que pode ser absurda e contra-intuitiva, como é exemplo a “Alice no País das Maravilhas” de Lewis Carroll, as obras de Ionesco ou de Beckett.

O enredo não obedece a nenhuma estrutura prévia (temporal, espacial, rítmica ou outra), dependendo da criatividade do autor e da sua capacidade para o desenvolver de modo eficaz. A eficácia, claro está, é captar o interesse e corresponder a algum tipo de coerência interna. 6a00d8341bfb1653ef016764c1425d970b-550wi

Anúncios