A malha

by escrever como?

Pode não haver enredo? Ou seja, não ter história, narração, sequência? Depende do sentido que se queira dar às palavras, mas a ausência dum enredo pressupõe o quê? Na verdade, o enredo é uma malha que o tempo e as palavras formam, sendo assim, impossível de lhe escapar.

A variedade de malhas possíveis para tecer o enredo (cuja etimologia já implica a ideia da tecelagem) é grande, podendo ser aqui um dos desafios que o autor coloca a si mesmo e ao leitor.

A Odisseia, de Homero, relata a viagem do regresso de Ulisses à sua terra natal, à mulher e ao filho, após anos de ausência. A viagem do filho Telémaco, já crescido mas muito jovem, numa tentativa gorada de buscar o pai, terá sido um acréscimo posterior à versão original (e oral), feita por outro(s) autor(es), possivelmente com vários intuitos, entre os quais falar do passado (Telémaco encontra pessoas que conheceram o pai e falam dele com respeito e admiração) e assim reforçar o contexto (que tem origem na Guerra de Tróia).

O Engenhoso Fidalgo D.Quixote de La Mancha, de Miguel de Cervantes, são dois livros reunidos num, mas originalmente publicados pelo autor com anos de intervalo, sobre as aventuras dum cavaleiro e seu escudeiro nos finais do sec.XVI, anacronismo evidente para qualquer leitor do tempo. No segundo livro, Quixote e Pança ouvem as versões do primeiro livro (pois existe uma versão apócrifa) e comentam as próprias aventuras como lá estão descritas, respondendo às questões dos “leitores”. O autor ainda introduz a personagem Cide Hamete Benengeli, alegado autor original de que Cervantes seria o tradutor, para dar espaço à reflexão literária.

Nos Lusíadas, de Luís de Camões, a “acção” desenrola-se ao longo da primeira viagem marítima da Europa até à Índia, permitindo-se o autor desenvolver uma narrativa paralela da História de Portugal, uma reflexão sobre a cultura e ciência europeia, uma análise crítica das implicações dos Descobrimentos, e, ainda, dedicar ao rei Dom Sebastião alguns conselhos.

Três exemplos de livros de viagens e de aventuras, que são, também, pretexto para diferentes abordagens e introdução de outros temas.

Mundo Monstro

Anúncios