A insustentável leveza

by escrever como?

Há livros (publicados ou não, não importa) escritos sob a estrela duma ideia curiosa, senão mesmo luminosa, e de leitura ligeira graças aos diálogos e à rapidez dos acontecimentos.

10885267_957744597588096_6198333251168558184_n

Estes são três tópicos importantes para nos focarmos no exercício da escrita, ainda que não sejam obrigatórios. Sua importância, contudo, é elementar: despertar interesse, facilitar o entendimento e prender o interesse desperto. Provavelmente, a ligeireza dos diálogos e a rapidez dos acontecimentos podem ser um modo de alcançar um maior número de leitores. Ou ser, simplesmente, o modo como o escrevinhador se sente conduzido ao longo da narrativa.

11169815_412639372252717_8374944676700183407_n

No final do processo da escrita, o escrevinhador deverá rever aqueles três aspectos isolada e conjuntamente. Se tiver a sorte de ter alguém capaz de fazer uma crítica válida e impiedosa, tente convence-lo a fazê-la, doa a quem doer (porque dói sempre ao escrevinhador, mas pode doer mais ainda a quem tem de dar as más notícias…).

15019287

Estando aqui a escrever em abstracto, só posso ilustrar a dita revisão apelando ao bom senso do escrevinhador:

  • a dita ideia curiosa mantém essa curiosidade ao longo da narrativa? Mantém mesmo?! Não precisará de ser melhor ajustada, melhor estudada, melhor explicitada…?
  • a dita ligeireza dos diálogos resulta ligeira graças à naturalidade, vivacidade, humor, das personagens, ou será, pelo contrário, uma sucessão de lugares-comuns que permite saltar a leitura de tão leve (previsível) que é?
  • a dita rapidez dos acontecimentos revela-se empolgante e absorvente, sem cair na vacuidade das situações repetitivas, na omissão de aspectos relevantes, e, pior que tudo, num desfecho súbito, inconclusivo e frustrante… até algo contraditório, ilógico ou desadequado a tudo o que atrás foi escrito (e do modo como foi escrito)?

15020243

Não basta um ou dois destes tópicos resultarem bem para garantir a eficácia do que corre menos bem, podendo até serem seriamente prejudicados pelas debilidades e incongruências  dos tópicos menos bem sucedidos. Infelizmente, esta é a mais frequente das situações.

15077290

Presentemente, estou a ler um livro  com uma dessas ideias curiosas, mas logo de início a leitura é perturbada por uma redação demasiado ligeira, sem dar densidade psicológica às personagens, sem contexto estruturado e a uma velocidade  de acontecimentos tão rápida que a narrativa está só esboçada.

15086257

Para cúmulo, surgem incongruências ou erros típicos como o desembarque num aeroporto em 1906. O resultado, para o leitor, é frustrante: uma ideia curiosa que se auto-destrói. E para o escrevinhador?

10356157_353293404870164_6954750915026204984_n

Anúncios